seteDesejo do Autor

livro01"A megameta do Autor e da Editora do Manual Salve-se Quem Souber é que no final deste ano cerca de 50 milhões de indivíduos tenham ouvido falar do seu tremendo potencial; que cerca de 25 milhões tenham acesso ao inteiro conteúdo de suas 7 Revelações."

 Dan Herman é brasileiro, natural de Salvador/BA, engenheiro químico graduado pela UFBA, pós-graduado pelo Instituto Militar de Engenharia (IME), Rio de Janeiro. Morou nos EUA durante 28 anos (1975-2002), onde concluiu cursos nas seguintes áreas: Administração Empresarial, Marketing, Ciência Política, Sociologia, Tributação, Medicina Alternativa, Filosofia Oriental, Nutrição Naturista, Saúde Pública e auto-ajuda.

 Na Califórnia, onde residiu a maior parte do tempo, foi contemplado com a excepcional oportunidade de tornar-se membro ativo e participante da mais poderosa organização de cidadãos americanos, oponentes do status quo - a National Taxpayers Union (NTU) - e comprometidos em combater o desgoverno e a corrupção governamental, o que lhe garantiu acesso a uma rede de contatos poderosos e bem informados sobre a realidade desse império arrogante e decadente e sua perniciosa influência nos países ricos do Terceiro Mundo, como o nosso.

Como ávido pesquisador da cultura norte-americana e empreendedor relativamente bem sucedido, radicado na região vanguardista dos EUA, berço da contracultura, o autor adquiriu valiosos conhecimentos sobre a política, economia, medicina e os problemas sociais desse influente e dinâmico país. Espírito perquiridor, estudioso de ciências humanas e sociais tanto nos Estados Unidos quanto em países terceiro-mundistas, concluiu nos últimos anos interessantes análises.

A primeira, um trabalho de fôlego, após uma década de cuidadosas pesquisas e investigações, resultou em A Decadência do Império Americano, mitos versus realidade, onde analisa com minudência e certa dose de mordacidade, o contexto sociopolítico norte-americano, detalhando a sua decadência política, econômica e social, assim como a influência deletéria dessa Nova Roma Global na economia e administração pública de países latino-americanos.

A segunda, uma obra esclarecedora, produto de grandes vivências e de um olhar crítico, intitulado Pais Responsáveis + Escolas Eficientes ' País do Primeiro Mundo, destina-se aos pais e educadores que, com os pés no chão, agem movidos por um ideal de grandeza e beleza para a juventude brasileira. Seu conteúdo, claro como um cristal perfeito, traz reflexões em torno de temas cardeais com palavras sábias. A mensagem de Dan Herman é que, em face dos desencantos neste início de século e do terceiro milênio, é preciso educar nossas crianças e jovens na esperança.

A terceira, encontra-se em suas mãos, Salve-se Quem Souber, um manual que visa também esclarecer mentes e formar líderes paladinos de causas justas e difíceis, com argumentos racionais, fundamentados em verdades relativas de ponta. Somente a pessoa de mente bloqueada, que sofreu lavagens cerebrais e é subjugada às crendices e apriorismos consegue ficar indiferente aos argumentos indefensáveis deste portentoso Manual.

Quando retornou dos EUA, imbuído dos melhores sentimentos cívicos, trouxe a esperança de alguma ajuda praticar a favor de nossa gente. Com entusiasmo, apesar das mazelas sociais de que estamos acometidos há tempo, decidiu imediatamente fazer algo para colaborar e ocorreu-lhe repensar o processo educacional em voga no Brasil, que não nos parece estar levando os jovens a um porvir digno por razões várias conhecidas de qualquer brasileiro inteligente e esclarecido.

Dan Herman se autodenomina "um eterno vigilante, atualmente dedicado estudioso das neociências Conscienciologia e Projeciologia, um aprendiz dos valores da vida". Através dos seus artigos e palestras, dedica-se (1) à educação moral e cívica; (2) a combater as pragas da corrupção, da impunidade e da incompetência que impedem o verdadeiro desenvolvimento do país e comprometem o futuro da juventude e (3) a contestar todas as formas de injustiça, principalmente aquelas cometidas contra os oprimidos, fracos e indefesos.